Como é calculado o custo do estoque quando há movimentações?

Custo médio de um item em uma conta de estoque

.

Há 2 critérios de obtenção do custo médio: por item, ou por lote interno. O critério a usar para cada item é selecionado pela propriedade custo médio do item.

O custo médio de um item em uma conta de estoque inclui apenas material de propriedade da empresa logada (dona  do material e da conta contábil). Material de propriedade de terceiros é considerado no cálculo do custo médio de estoque desses terceiros, não da empresa logada.  Já no caso da conta “estoque em poder de terceiros“, se a média é calculada por item, então são incluídos os estoques de todos os terceiros, pois se trata da mesma conta e dono.

Para obter custos médios separados para o estoque em poder de cada terceiro, o mais simples seria a criação de contas separadas, como por exemplo: “estoque em poder do terceiro T1”, “estoque em poder do terceiro T2”, etc…

A cada entrada no estoque:

  • o custo médio de um item em uma conta contábil de estoque é recalculado, dividindo-se a soma dos custos das quantidades recebidas nesta conta contábil de estoque, pelo total de quantidades recebidas.
  • o resultado, ie o custo médio calculado, é escrito em todos os registros de estoque desse item e conta contábil de estoque, que tem estoque > 0.

A seguir mostra-se, através de um exemplo, o cálculo do custo de estoque em uma movimentação.

A ficha de estoque abaixo mostra, após várias movimentações, um estoque de 342,84 unidades de um item, com valor unitário de R$ 2,87429.

Se houver uma baixa de 0,01 unidades do item para uma ordem de produção, resultará a seguinte linha na ficha de estoque:

Por que o valor unitário da baixa foi R$ 3,00, sendo que o valor unitário do estoque era R$ 2,87429?

Vejamos como o sistema calcula esse valor:

Valor médio do estoque = valor total do estoque/quantidade total do estoque antes da baixa = R$ 985,42 / 342,84 = R$ 2,8742/un

Valor da baixa = quantidade baixada * valor médio do estoque = 0,01 un * R$ 2,8742/un = R$ 0,028742

Este valor é arredondado para duas casas decimais, pois o valor em moeda é considerado até a segunda casa decimal (centavos de reais):

Valor arredondado da baixa = R$ 0,03

A seguir, é calculado o valor unitário da baixa:

Valor unitário da baixa = Valor arredondado da baixa / Quantidade baixada = R$ 0,03 / 0,01 = R$ 3,00

Este valor é exibido com cinco casas decimais (quantidade de casas decimais para valores de movimentação de estoque).

Desta forma, o valor unitário real é R$ 2,8742, mas o valor baixado é R$ 3,00.