Reservas

Reservas de material

As reservas de material são associações de material em estoque, seja comprado ou fabricado, com itens de pedidos de venda ou de notas fiscais. Quando algo está reservado para um item de pedido de venda ou NF, não pode ser usado para outra finalidade, ie não pode ser faturado, ou baixado como insumo para OPs que não estejam reservadas para este item de pedido de venda ou NF.

Cada reserva é definida por:

  • um código do item
  • uma quantidade:
  • uma origem (produtor). Podem ser reservados:
    • material em estoque, tanto físico como simbólico;
    • itens de uma solicitação ou pedido de compra. Quando o material é recebido, o estoque resultante está automaticamente reservado;
    • o produto de uma ordem de produção, mesmo que a sua fabricação não tenha sido concluída, ou mesmo iniciada. Quando a ordem for concluída, seu produto estará automaticamente reservado para a mesma finalidade.
  • um destino (consumidor): item de pedido de venda ou nota fiscal. Podem ser feitas reservas a partir do momento em que o pedidos ou NF se encontram em estado de digitação.

As reservas acompanham as movimentações. Se um material reservado for transferido para outro local, ou mesmo para uma empresa terceirizada, a reserva se mantém.

A quantidade reservada de uma origem não pode ser superior à sua quantidade. Por exemplo, se um registro de estoque contém 10 termostatos, não podem ser reservados mais do que 10 termostatos desse registro.

Por outro lado, o material de uma origem pode estar reservado para vários destinos:  3 termostatos podem estar reservados para o pedido de venda 1402, outros 5 para o pedido 1490, e os 2 restantes podem permanecer não reservados. Se houver um novo pedido de venda, além dos 1402 e 1490, apenas esses 2 termostatos não-reservados estarão disponíveis para pronta entrega.

Quantidade reservada e quantidade necessária para a produção / estrutura de produto

Pode-se reservar uma quantidade maior do que a necessária, por exemplo porque a engenharia do produto não foi completada. Neste caso:

  • a quantidade da reserva que excede a necessidade aparecerá como sobra da reserva;
  • a quantidade total da reserva, inclusive a que excede a necessidade será comprada ou fabricada, e não será considerada como quantidade que sobra da solicitação de compra, pedido de compra ou ordem de produção.

Que quantidade de um insumo reservada para uma unidade de pedido pode ser baixada para uma OP ?

A baixa para uma OP da quantidade de um insumo reservada para um item do pedido é limitada pela proporção entre a reserva da OP para o item do pedido e a quantidade total da OP. Ou, seja, apenas a parte da OP dedicada ao item do pedido deve alimentar-se das reservas para esse item de pedido.

Exemplo

  • ordem de produção de 10 tampos, dos quais 3 reservados para o pedido P1, de 3 mesas
  • cada tampo consome 2 kg de madeira, portanto o consumo total de madeira da OP será 20 kg
  • e a quantidade de madeira reservada para o pedido P1, a ser baixada para a OP, será limitada a 3/10 x 20 kg = 6 kg.

Ao baixar um insumo para uma OP, ou ao faturar, os materiais são movimentados na seguinte sequência:

  • 1a prioridade: material reservado para o destino
  • 2a prioridade: material vinculado para o destino
  • 3a prioridade: material não vinculado para qualquer destino
  • 4a prioridade: material vinculado para outros destinos

Criação e transferência

As reservas são criadas:

  • manualmente, a partir de várias telas
  • ou pelo MRP, se a opção do item MRP cria e reserva OPs e SCs por item do pedido de venda estiver ligada. A reserva já é criada com a OP ou SC sugerida.

Quando uma solicitação de compra reservada para um pedido de venda é convertida em pedido de compra, a reserva também é transferida, automaticamente. Quando o material comprado chegar, e for transferido para o estoque, a reserva para o pedido é mais uma vez transferida automaticamente.

Cancelamento

Ao cancelar ou concluir um item de pedido de venda (ou todo o pedido), as eventuais reservas restantes para este item do pedido de venda também são canceladas, liberando o material para outras finalidades.

Reservas para NFs de saída

Esta é uma reserva de curto prazo, válida enquanto a NF está em estado de “digitação”.

Seu objetivo é assegurar que os materiais a faturar estejam disponíveis no momento da emissão da nota.

Reservas para pedidos de venda

Pode-se criar reservas para itens de pedidos de venda, garantindo que o estoque correspondente não seja consumido por outros pedidos, ou utilizado de outras formas.

Para reservar estoque para um pedido de venda, pode-se clicar em reservar, na coluna “Estoque” da grade de produtos e serviços do pedido:

Pode-se também reservar todos os itens do pedido de venda com apenas um clique: menu Ações > Reservar todos os itens do pedido de venda.

Reservas, movimentações, NF/NFR de remessa

Quando há uma movimentação entre dois locais de um mesmo poder, é feita automaticamente a transferência das reservas do local de origem para o local de destino, sem alteração do dono – não há venda.

Se os dois locais são de uma mesma empresa (poder), então a transferência é interna, sendo feita sem NF.

Já se os locais de origem e destino são diferentes empresas (poderes) então a movimentação é obrigatoriamente acompanhada por uma NF, emitida pelo poder de origem e recebida pelo poder de destino.

Se há venda, então só pode ser emitida NF (de venda) se os estoques reservados para determinados pedidos de venda forem vendidos para (atenderem) a estes os pedidos de venda.

Se não há venda (troca de dono), mas apenas remessa (troca de poder), então o estoque movimentado pode estar reservado para quaisquer pedido, e acompanhará a movimentação, como se fosse uma movimentação sem NF.

Isto vale tanto para NFs de remessa física como simbólica.

Se a NF de remessa for emitida pela própria empresa, então a movimentação será realizada no momento de sua emissão. Ou seja, logo depois da emissão, o material estará em poder de 3º, mesmo que fisicamente esteja em transporte. Para fins de MRP, já contará como produtor do saldo em poder de 3º.

Já se a NF de remessa for emitida pelo 3º e recebida pela própria empresa, a movimentação será realizada no momento do recebimento, após o qual o material estará em poder da própria empresa.

Terceirização

Sejam:

  • PE: própria empresa
  • CT: cliente de terceirização
  • FT: fornecedor de terceirização

O destino de uma reserva do cadastro da PE é sempre um item de pedido de venda de material de propriedade da PE, ou do CT.

Já a origem pode ser:

  • (DONO = PE, PODER = PE): situação normal
  • (DONO = CT, PODER = PE): fabricamos para o nosso cliente de terceirização, o material é um insumo de propriedade do CT, que está no nosso estoque, e será baixado para uma OP que será de nossa propriedade, até que o produto da OP seja vendido para o cliente.
  • (DONO = PE, PODER = FT): mandamos fabricar fora, o material é um insumo de terceirização, de nossa propriedade, que já foi enviado para o fornecedor de terceirização.
  • (DONO = CT, PODER = FT): situação inexistente