Nota fiscal ao consumidor eletrônica (NFC-e)

Nota fiscal ao consumidor eletrônica (NFC-e)

O MAXIPROD emite a nota fiscal ao consumidor eletrônica (NFC-e), sendo necessárias algumas configurações:

Configuração da série de nota fiscal

1. Acesse o menu “Fiscal” > “Cadastros” > “Séries de notas fiscais”.

2. Na janela aberta, cadastre uma nova série (por meio do botão) ou altere a série desejada selecionado a opção NFC-e no campo Tipo de documento.

Configuração do certificado digital

Se a sua empresa já emite a NF-e pelo MAXIPROD isto não é necessário, pois o certificado utilizado para NFC-e é o mesmo da NF-e.

Caso contrário, clique aqui para ver como configurar seu certificado digital.

 

Configuração do Código de Segurança do Contribuinte (CSC)

O Código de Segurança do Contribuinte (CSC) é um código de segurança alfanumérico de conhecimento apenas da SEFAZ e do contribuinte, utilizado para gerar o código bidimensional “QR Code” da NFC-e.

Para obter a autorização de emissão da NFC-e, o contribuinte deve verificar as particularidades de sua UF.

Obs: o código CSC é diferente para os ambientes de produção e homologação.

Com o código em mãos, execute os seguintes passos:

1. Acesse o menu “Roda dentada > Configurações”.

2. Clique em configurações de NFC-e.

3. Preencha os campos ID CSC e Código CSC dos ambientes de produção e homologação. É necessário preencher os campos apenas do ambiente que será utilizado.

Configuração das operações fiscais

As operações fiscais são utilizadas para definir a CFOP da nota fiscal, assim como alguns outros campos obrigatórios para a emissão da NFC-e. Portanto, é necessário cadastrar uma operação fiscal para o envio dessas notas.

  1. Vá ao menu Fiscal > Cadastros > Operações fiscais.
  2. Na tela de operações fiscais, busque o código da operação que será utilizada na emissão de NFC-e.
  3. Selecione a operação fiscal, deixando sua linha amarelada, e clique na opção “Duplicar o registro selecionado”.
  4. É gerada uma cópia da operação selecionada.
  5. Edite o código, de modo a identificar que esta será uma operação fiscal de NFC-e. Faça o mesmo com a descrição.
  6. Expanda a seção “Mostrar inicialização da nota”. 
  7. No campo “Série”, escolha a série cadastrada para a emissão de NCF-e, conforme indicado no tópico anterior.
  8. Marque a opção “Para consumidor final”.
  9. Feitas estas alterações, clique em .
  10. Sempre que emitir uma NFC-e, utilize essa operação fiscal, isso garante que os campos obrigatórios estão devidamente preenchidos.

Como configurar um destinatário genérico para a emissão da NFC-e?

Para a emissão de NFC-e, não é necessário informar os dados do destinatário, o que permite emitir notas fiscais sem informar o cliente da nota.

Quando o cliente não é informado, usamos um cliente “genérico”. Por exemplo, para emitir uma NFC-e sem informar o cliente, selecionamos como destinatário da nota esse “Cliente genérico”. Não é necessário preencher o endereço, CNPJ, etc desse cliente genérico, apenas é preciso mencionar ter o seu apelido.

Siga os passos abaixo:

  1. Vá ao menu Vendas > Clientes.
  2. Na tela de clientes, clique no botão verde , para cadastrar uma nova empresa.
  3. Essa empresa será o cliente genérico, ou seja, todas as NFC-e apontarão para esse cliente, quando este não é informado explicitamente.
  4. Informe o apelido, por exemplo “Empresa genérica NFC-e”.
  5. Clique em salvar, pois para este cadastro basta o apelido da empresa. Em caso de dúvidas sobre a criação de empresas, clique aqui.
  6. Vá ao menu Roda dentada > Configurações.
  7. Na tela de configurações, expanda as “Configurações de NFC-e”.
  8. No campo “Emissão de NFC-e sem identificar o destinatário”, procure a empresa genérica cadastrada nos passos anteriores.
  9. Ao final da página, clique para salvar as edições feitas.

Emissão da NFC-e

Após as configurações, siga passos abaixo:

1. Vá para “Vendas” > “Notas fiscais”.

2. Clique no botão da grade de notas fiscais.

3. Na janela aberta, selecione o destinatário da nota e operação fiscal. Se seguiu as indicações de configuração das operações fiscais, conforme mostrado no começo desta página, pode ignorar os passos 4, 5 e 6.

4. Escolha uma série configurada para emitir NFC-e

5. Verifique se o campo “Doc. Fiscal ICMS” está inicializado com a opção “65 – Nota fiscal eletrônica ao consumidor final – NFC-e”.

6. A opção “Para consumidor final” também deve estar marcada.

7. Preencha a nota fiscal com seus itens, forma de pagamento e dados de transporte.

8. Emita e envie a nota fiscal.