Rejeição 778: Informada NCM inexistente

Rejeição 778: Informada NCM inexistente

Com frequência, há atualizações na tabela de NCMs válidas, e a inclusão/exclusão de NCMs. Ao emitir uma NF-e com uma NCM (Nomenclatura Comum do Mercosul) inválida ou inexistente, é retornada a rejeição “778: Informada NCM inexistente”.

Para informar a NCM correta:

  1. Vá ao menu Fiscal > Cadastros > NCMs, e realize o cadastro da NCM correta.
  2. Na Nota Fiscal Rejeitada, acesse a edição do item.
  3. Insira a NCM correta em dados fiscais, campo NCM:

  4. Clique em botao_salvar.
  5. A seguir, emita e envie novamente a NF-e .

Como verificar se a NCM informada realmente é inválida?

Verifique se a NCM informado na Nota Fiscal é válida, através da página Portal Único Siscomex 

Neste portal, pode-se consultar as NCMs válidas pela data, assim consegue-se pesquisar se a NCM da rejeição já foi válida, e seu status atual:
Exemplo- NCM 39072039

Atualmente está inválida:

Na data 23/03/2022- Esta NCM ainda era válida, mas devido à atualização da tabela NCM ela foi descontinuada.

Atenção! Em caso de dúvidas sobre a NCM a utilizar, consulte sua contabilidade.

Referências: https://www.gov.br/receitafederal/pt-br/assuntos/aduana-e-comercio-exterior/classificacao-fiscal-de-mercadorias/ncm